contatore@uol.com.br    Ligue Agora: 5055-1015

NOVO: Biocibernética oral — fronteiras entre ciência e espiritualidade

A odontologia já começa a fazer tratamentos com biocibernética. É preciso no entanto salientar que ainda não existe uma especialidade acadêmica em biocibernética — todo biocibernético é autodidata, pois ainda não há cursos de biocibernética. Cibernética quer dizer o estudo interdisciplinar que foca sistemas, estruturas, recursos sistêmicos.. Estuda de maneira sistemática o ambiente mecânico, físico, biológico e cognitivo, além de sistemas sociais. É aplicada numa variedade de ambientes: da matemática à engenharia, da biologia à educação e biologia etc. Biocibernética quer dizer o uso da cibernética no estudo e aplicação no ambiente biológico, físico e social do ser humano. A biocibernética estuda “bios” (vida) “ciber” (condução/guia/regulamentação), e “netico”, (técnica) (kibernetiké, em grego).

 

medicina do futuro

 

 

 

 

 

 

 

 

Como diretor de uma Clínica odontológica, propomos ainda uma ampliação da aplicação de Biocibernética — o estudo da globalidade do ser humano no seu ambiente espiritual. Na caso específico da odontologia, ela faz toda uma reprogramação de modo a fazer com que o paciente tenha uma melhor mastigação e melhor saúde bucal. Foca o tratamento global no alivio das tensões de problemas dentários onde as causas dos problemas dentários estariam em aspectos fisiológicos mais gerais, como tensões de âmbito social, psicológico e bioquímico, mecânico, mas também espiritual. No caso da odontologia , o objetivo primordial é reestabelecer a harmonia natural da boca — postura, mastigação, oclusão correta etc.

Por exemplo, no sistema naso-faríngico, nariz e boca estando relacionados com a respiração, a principal entrada de energia no organismo se dá via esse sistema.. A biocibernética estuda o movimento desse sistema, procurando entender esse fluxo de energia que ativa centros de atividade energética, que no caso humano, são três abaixo do diafragma, e quatro acima do diafragma. Quanto ao movimento do sistema, eles são centros de energia que estão relacionados com glândulas. Segundo a biocibernética, alterando-se o fluxo de energia de um centro, altera-se a função da glândula correspondente aquele centro. Na prática de cibernética aplicada, e a título de exemplo, se o paciente começa a perder mais dimensão vertical, ele começa a fechar mais a boca que deveria. Normalmente com a boca correta, língua está numa posição relaxada, inferior na boca, descansando. Então quando a pessoa engole, ela faz o looping e volta em posição.

Porém, com as alterações, os problemas dentais, a pessoa perde a dimensão e começa a fechar mais a boca que deveria. Nessa situação ela fica com a boca menor para a mesma língua. A boca fica menor, mas a língua continua com a mesma dimensão. O organismo vai então dispor de uma compensação funcional que funciona assim: temos o palato duro, a narina esquerda e direita, e atrás o palato duro e mole. O palato mole está sempre na posição horizontal; quando eu perco a dimensão vertical e a minha língua perde espaço virtual embaixo, o organismo faz com que o palato mole migre para cima pra recuperar o espaço que a língua perdeu embaixo.

O que acontece? O palato mole migrando para cima, vai haver uma obstrução parcial da narina esquerda e da narina direita. O que nós precisamos saber é que quando dormimos estamos recarregando as baterias; saimos dos estados beta, alfa e delta — que é o inconsciente. Nesse momento o hipotálamo que está no centro do cérebro faz com que o paciente faça a respiração pranica, que é uma respiração que ele faz inspirando em dez segundos, e expirando em dez segundo. Quando o paciente faz essa respiração, ele armazena 100% de energia no centro faríngico e essa energia vai ser redistribuída para três centros que estão abaixo do diafragma e quatro centros que estão acima do diafragma.

Há um centro acima do diafragma, que funciona como uma espécie de síntese e integração, e está relacionado com a hipófise, situada entre as duas sobrancelhas. No momento em que a pessoa faz a respiração prânica, ela ativa em cem por centro esses centros, e consegue então recarregar as baterias enquanto dorme. Esse é um ponto. Um outro ponto é quando o paciente perdeu a dimensão vertical, o palato mole migrou para cima e houve uma obstrução naso-faringico. Quando o paciente está dormindo em delta — quando ele está em sono profundo — o hipotálamo manda o sistema fazer a respiração prânica; como existe essa obstrução, o sistema não obedece. Ele cai então na respiração curta e rápida, também chamada a respiração do cachorrinho. Ao fazer essa respiração curta e rápida, ele não atinge o centre faríngico energeticamente em cem por cento. ele atinge no máximo até quarenta por cento. Então existe um déficit de energia nesse centro e haverá um déficit de energia nos centros que estão abaixo e acima do diafragma. A conclusão é que esse paciente não está recarregando as baterias corretamente. Consequentemente, ele terá alterada a sua bioenergia — que é um objeto de estudo da biocibernética —, pois ele não está conseguindo recarregar as baterias em termos totais.

medicina futuro

 

 

 

 

 

 

 

 

A biocibernética é assim um tratamento holístico.

Em primeiro lugar, verificamos as dificuldades respiratórias que o paciente tem, e fazemos uma avaliação de energia vital com cores associadas em cada área; assim conseguimos decifrar uma série de aspectos que estão acontecendo naquele paciente. Conseguimos interagir a glândula com movimento de energia e respiração.

Mas podem perguntar: por quê tudo isso está relacionado com os sistema nasofaríngico? Porque é no sistema nasofaríngico que estão os dentes, e portanto os problemas dentários. E como tratamos de dentes na Clínica, desenvolvemos a área de biocibernética que trata do assunto, estendendo e ampliando os horizontes da odontologia para toda essa universalidade de temas. Somos os primeiros no Brasil a utilizar tal prática de maneira global

Qual a relação com chacras no corpo? De baixo para cima, temos o chakra da autoafirmação, relacionado com a supra-renal na produção de adrenalina e noradrenalina; o chakra da sexualidade está relacionado com as gônadas, e o chakra do emocional é relacionado com o pâncreas. Na realidade, em muitos dos casos onde aplicamos a biocibernetica muitas vezes nós detectamos uma diminuição de energia no chakra emocional, ligado ao pâncreas, e um menor afluxo de energia; esse pâncreas ficou preguiçoso, não produz insulina, e o paciente desenvolve diabetes tipo 2 por conta desse problema. Isso já é uma fato constatado na ciência médica. Nós temos também o nódulo sinusoidal do coração, que é o centro do amor universal; na garganta, temos a tiróide, que é o centro da criatividade, e depois a glândula pineal, ou coronal, que é o centro da espiritualidade.

A glândula pineal hoje é uma glândula pouco conhecida pela civilização porque ela se atrofiou e se calcificou devido ao baixo nível espiritual em que a nossa civilização se encontra. Em outros termos, a nossa civilização é uma civilização que desenvolveu na matéria, nos descobrimentos, na engenharia genética, mas deixou de evoluir na parte da espiritualidade. Do ponto der vista da biocibernética, quando trabalhamos a pineal de maneira espiritual, oferecemos condições, através dessa abertura, ao paciente de entender de onde veio ou pra onde vai. Trabalhando a pineal, podemos ter ativar uma série de recordações de outras vidas, numa cadeia de anamnese. Isso também nos permite avançar para além da biocibernética e fazer uma abordagem metafisica da existência. Temos insights como o de que viemos de outras galáxias ou outros planetas, e como sementes fomos depositados neste planeta azul.

Conseguimos atingir um grau de percepção onde entre outras coisas, sabemos da capacidade do ser humano em se auto reciclar e transmutar energia. Percebemos também a existência de uma hierarquia de seres, ou uma grande cadeia de seres, alguns em níveis superiores, o que eu chamo de um grau, seres luminosos, e seres ascensionados. Estes seres acensionados colaboram com os que aqui embaixo estão, ajudando-os, tanto os seres luminosos quanto os seres ascencionados.

Então existe uma interseção entre os planos da espiritualidade para o nível denso da terra. Voltando ao tema da odontologia, quando alteramos uma menor quantidade de energia no centro faríngico, a glândula tiroide em relação ao faríngico diminui a produção de hormônio tireotrófico, que é responsável pela absorção de cálcio no suporte ósseo. Se produzimos menos hormônio tireotrófico, teremos menos absorção de cálcio no suporte ósseo (osteopenia/osteoporose). Temos vários casos assim na Clínica, com pessoas na faixa entre 70 e 80, com osteoporose e respiração difícil.

Aplicamos assim não só a medicina odontológica mas também a medicina holística biocibernética. Como funciona a técnica das cores no tratamento holístico-biocibernético-espiritual? As cores mais interessantes do ponto de vista da energia vital é o azul, amarelo e branco. O amarelo representa espiritualidade, o branco pureza, e o azul a formulação de pensamentos onde o hipotálamo elimina polipeptídeos neurais, que estão relacionados com a ativação de neurônios e suas sinapses. O azul além disso se caracteriza com fator de pensamento positivo — o fato de nunca ser superado por problemas e dificuldades inerentes as pessoas que vivem na terra. É como se fizéssemos uma projeção astral, onde vemos todo o problema lá de cima, reordenando toda essa situação. Quando a pessoa chega ao consultório, a primeira coisa que faço é uma analise biocibernética na mesma. Ao final é sempre a mesma situação: conseguimos fazer uma análise completa sem fazer perguntas ao paciente. Para tal, trabalhamos com ondas eletromagnéticas.

Eletromagnetismo: pra vermos um objeto, a luz tem de bater no objeto e refletir de volta, assim temos a forma visual do objeto. Com as ondas eletromagnéticas, elas são transparentes à luz. A luz passa através dela e não reflete nela. Com o olho comum não se pode ver nada. Aí se desenvolve um terceiro olho, o olho espiritual.

Fazendo um apanhado histórico, a biocibernética existiu há vinte mil anos atrás até quinze mil anos com a civilização atlântica. E a civilização atlântica evoluiu de uma forma tão absurda, tão fantástica que eles faziam viagens espaciais, dominavam toda a parte eletrônica, toda a parte de energia eletrodinâmica, e evoluíram de tal forma, mas só que evoluíram na materialidade. Quando começaram a explodir artefatos atômicos, houve uma destruição de tudo aquilo que tinham criado. Houve um tempo atrás, dez ou oito mil anos atrás, onde seres evoluídos, ou ascensionados, e seres de outros lados do universo coabitavam o mesmo espaço e faziam contato entre si. Quando isso terminou, essa era de luz que durou cerca de dois mil anos de era de luz, começou uma era de materialização, igual a era Atlântida, que é a nossa era, e continua até os dias de hoje.

Então a nossa era se caracteriza por se parecer com a era Atlântica, uma era de trevas. Hoje o ser humano é engenheiro, físico, pilota naves espaciais, produz bombas nucleares, e uma série de outra coisas; e o ser humano tem caminhado de uma tal forma que estamos nesses últimos cinquenta anos no final do terceiro milênio, que representa o termino que os atlantes falavam: no fim de uma era! Caso haja uma guerra nuclear, muito provável nos dias que correm, teremos alterações na terra, em relação à sua estrutura e fisionomia, com vulcões e terremotos; isso representará o final estrutural de nossa era.

Com a biocibernética desenvolvemos uma sensibilidade, um desdobramento astral, utilizando recursos como a energia eletromagnética dos outros, para melhorar a vida do ser humano, tanto nos aspectos psicológicos, orgânicos, biológicos e sociais. Ê uma grande chance. No caso especifico da odontologia, com a ajuda da biocibernética, estamos resolvendo uma série de situações difíceis, reorientando e reativando os centros de energia recuperando a respiração prânica e a ativação dos centros de energia, além de, entre outras coisas, trabalharmos com a vitamina D3, que aumenta o sistema imune; ao final, queremos que o paciente entenda que não estará recebendo apenas um tratamento odontológico mas um tratamento holístico.

A energia vital reorganiza todas as células de nosso corpo, deixando-o em perfeito estado de harmonia. E se esta energia nós dá o perfeito estado de energia, estaremos em perfeito estado de saúde. Portanto, quando fazemos a respiração prânica enquanto dormimos, fazemos uma respiração onde estamos dentro de uma respiração maior, num espaço cósmico maior, porque estamos respirando com bilhões de galáxias, e estamos respirando com ele, integrando-se numa respiração harmônica e conjunta. E dentro desse processo, vamos acumulando uma série de conhecimentos muito interessantes.

Na biocibernética todas as áreas da odontologia são complementadas com o campo ainda jovem em termos práticos da biocibernética. Nós somos partículas de Deus, colapsadas no manto de um universo sideral com mais de cem bilhōes de galáxias.

Dr. José Vicente ContatoreDiretor Clínico

 

molecular-medicine