contatore@uol.com.br    Ligue Agora: 5055-1015

NOVO: As Principais Características do DNA de Fita Dupla

As Principais Características do DNA de Fita Dupla: Notas esquemáticas para estudantes de biologia e odontologia

O DNA é uma seqüência de nucleotídeos. O nucleotídeo é formado por uma Base Nitrogenada, uma pentose (açúcar), e por um grupamento fosfato. De maneira esquemática:

As Bases Nitrogenadas no DNA são:

– Adenina.

– Timina.

 – Citosina.

  – Guanina.

Na Pentose (açúcar) no carbono 2, temos uma Desoxirribose (H), um hidrogênio no carbono 2 sem oxigênio.

No grupamento fosfato, o trifosfato onde existem as ligações Fosfodiéster. Com a liberação do pirofosfato dá-se a liberação de energia para a inclusão de uma nova base nitrogenada no terminal 3 da molécula de DNA. Com essa liberação de energia, temos a formação de ligação Fosfodiéster.

O DNA é uma estrutura de dupla-hélice onde as ligações fosfodiéster ficam nas extremidades da dupla fita e as ligações com pontes de hidrogênio entre as bases nitrogenadas estão no meio da estrutura molecular do DNA.

Encontramos a molécula do DNA no núcleo de células eucariontes. O DNA tem aspecto informacional e transformacional.

O aspecto informacional está relacionado com o genoma humano ou código genético. Esse código é transmitido na replicação do DNA através de uma molécula molde, a DNA Polimerase. Antes da replicação do DNA a enzima Helicase abre a molécula do DNA para a replicação semi-conservativa, onde se mantém a fita original de cada lado da molécula e a duplicação de duas novas fitas dando origem assim a replicação semi-conservativa do DNA.

O DNA é um polímero de Desoxirribonucleotídeos; o DNA tem uma Desoxirribose no C2.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As bases nitrogenadas no DNA são de 2 tipos:

  1. As Purinas: – Adenina (A).

                           – Guanina (G).

 

  1. As Pirimidinas: – Timina (T).

                               – Citosina (C).

 

O pareamento será de uma Purina __________ Pirimidina.

  • Purina: A base é maior.
  • Pirimidina: Tem uma base menor.

 

Para a Adenina __________________ Timina.

                            __________________

                             (2 Pontes de Hidrogênio).

 

Para Citosina __________________ Guanina.

                      __________________

                      __________________

                      (3 Pontes de Hidrogênio).

A Célula é uma rede de Interação Informacional: DNA ► RNA ► Proteínas.

O DNA não sai do núcleo da célula. Ele precisa de um intermediário para levar informações para o citoplasma. O RNA é sintetizado dentro do núcleo, e é o responsável em levar informações do DNA para fora do núcleo, mas precisamente para o citoplasma onde os Ribossomos e RNAt farão a leitura dos Códons e Anticodons na produção de proteínas.

As proteínas são polímeros de animoácidos ligados entre si por ligações peptídicas. Os ácidos nucléicos são polímeros de nucleotídeos.

O DNA é portanto uma molécula:

O DNA de Fita Dupla é a Informação Genética.

Historicamente, foram os pesquisadores Wotson + Klik que descobriram a fita dupla do DNA após visita ao laboratório da cientista Rosaly Franklim conhecida como a Dama de Negro que conseguiu uma foto radiográfica que demonstrava a Dupla Hélice do DNA. Baseado nestas informações Wotson e Klik montaram a molécula de Dupla – Hélice Espacial do DNA, acelerando os conceitos da Biologia Molecular.

O miolo do DNA é hidrofóbico, isto é, tem pouca quantidade de água. A parte externa do DNA é Hidrofílica, tem bastante água.

O DNA é uma molécula mais estável que o RNA. O RNA é o patrimônio e a identidade Informacional biológica de uma espécie.

No planeta terra, o DNA apareceu depois do RNA. O DNA é uma sofisticação do RNA. Molécula Dupla DNA sempre existirá no DNA, um terminal 5’ o lado oposto, terá o terminal 3’. A cadeia de ácidos nucléicos cresce de cima para baixo, isto é, de um terminal 5’ para 3’. Podemos dizer que essa informação é uma chave do sistema.

É de fundamental importância o Dogma da Biologia:

  1. Replicação do DNA.
  2. Transcrição do RNA.
  3. Tradução para as proteínas.

Os Nucleotídeos dentro uma Fita, são unidos por ligações químicas fortes (covalentes) Fosfodiéster, formando o DNA dupla-hélice.

As ligações entre os pares de bases são fracas quando comparadas as ligações açúcar – fosfato também Fosfodiéster.

O PCR é uma reação da polimerase em cadeia. Podemos fazer uma transcrição reversa do RNA para o DNA.

Na RT (Transcrição Reversa) uso um primer, que inicia a duplicação das fitas novas de DNA.

O Primer é uma molécula de RNA com +/- 10 nucleotídeos.

Temos: Rondon Prime = Prime Universal.

José Vicente Contatore, Diretor Clínico do Instituto Contatore