contatore@uol.com.br    Ligue Agora: 5055-1015

Laser na odontologia

O laser representa na odontologia um novo paradigma, ou seja, um novo tratamento, mais atualizado e mais correto.

Um paciente que tem um problema de periodontia ativa certamente apresenta perda de massa óssea.

Nessa situação as células da medula óssea, localizada na parte interna do osso, a medula, deveriam repor as células perdidas mas não as repõem por terem ficado inertes, sem capacidade de reprodução.

Quando elas perdem o metabolismo de reprodução, de 100 para 8 ou 10 por cento, elas têm energia suficiente para manterem-se vivas, mas não para se reproduzirem.

A conseqüência disso é que quando o paciente perde células na parte externa do osso, que é a medula cortical, ele deveria repo-las pela medular. No entanto, isso não acontece porque elas não conseguem fazer mitose, ou seja, se reproduzir.

E é aí que entra o trabalho fundamental do laser.

Quando o laser atravessa as células da medula elas aumentam o seu metabolismo para 100 por cento. Portanto, essas células, que estavam inertes, começam a se reproduzir novamente. A partir do momento em que elas se multiplicam, conseguimos a regeneração óssea guiada por reposição de novas células através da laserterapia.

Este método já é usado há bastante tempo no Instituto Contatore. Temos um número infindável de pacientes para quem não havia mais solução, mas que graças á aplicação do laser agora há solução.

Isso é o que chamamos de novo paradigma em ciência odontológica. Este paradigma vai contra o antigo paradigma que afirma que uma vez o paciente tendo perdido osso, não consegue recuperar-se mais. Perde-se células na parte externa e a sua não reposição gera degeneração óssea devido ao seu baixo metabolismo.

Já a célula tratada com laser se reproduz mais rapidamente, e se reproduz a cada quatro a seis horas. Isso quer dizer que, contas feitas, num mês o paciente já terá conseguido recuperar muito osso.

Um ponto importante a respeito da laserterapia é que ela não exige a aplicação de anestesia e é completamente indolor.